Amamentação Exclusiva e Ondas de calor – Cuidado redobrado com a Hidratação!

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) aleitamento materno exclusivo é aquele em que a criança recebe apenas leite materno, seja diretamente da mama ou extraído, sem associação de outros líquidos ou sólidos, exceto medicamentos.  Assim, um bebé que é amamentado apenas com leite materno – de forma exclusiva- não necessita de beber água, chá ou bebidas açucaradas. A OMS recomenda que a amamentação exclusiva se mantenha até aos seis meses de vida da criança.

Os bebés, tal como os adultos sentem mais sede no verão. No entanto, se o bebé é alimentado exclusivamente com leite materno, ele não precisa de beber água. Há sim necessidade de oferecer mais vezes a mama, deixando que o bebé mame sempre que quiser- livre demanda.

Na água do leite materno estão diluídas ou suspensas outras substâncias tais como imunoglobulinas, vitaminas e proteínas entre outras, o que não acontece quando se dá a beber apenas água. Para a mãe, a livre demanda é a chave para que a produção de leite esteja ajustado ás necessidades nutricionais do seu bebé. Já para o bebé, a livre demanda é parte fundamental do tratamento respeitoso às suas necessidades, físicas e emocionais.

De acordo com a Organização Meteorológica Mundial, citada por IPMA ocorre uma onda de calor quando “a temperatura máxima do ar é superior em cinco graus Celsius face ao valor médio das temperaturas máximas diárias no período de referência durante, pelo menos, seis dias consecutivos. As ondas de calor, que podem ocorrer em qualquer altura do ano, são mais notórias e sentidas pelos seus impactos quando ocorrem nos meses de verão”.

Algumas recomendações úteis perante uma onda de calor:

  • As crianças com menos de seis meses não devem estar sujeitas a exposição solar, direta ou indireta;
  • Quando o bebé não está em amamentação exclusiva é importante que lhe seja fornecida água simples entre as refeições;
  • Privilegie o contacto pele a pele, despindo o bebé principalmente na hora da mamada;
  • Vista o bebé com roupas frescas e confortáveis preferencialmente de algodão;
  • Evite mudanças bruscas de temperatura;
  • No carro, use cortinas ou pelicula de proteção para evitar a luz direta ou o sobreaquecimento;
  • Quando o bebé esta no sistema de transporte evite o uso de fraldas ou mantas;
  • Aplique soro fisiológico no nariz do bebé para evitar que a mucosa nasal fique ressequida ou desidratada;
  • A mãe deve manter-se bem hidratada, especialmente quando amamenta.

 Referencias. Bibliográficas

Carvalho,M.R &Tamez,R.N.(2002). Amamentação bases cientificas para a prática profissional. Rio de janeiro: Guanabara koogan.

Levy, L., & Bértolo, H. (2012). Manual do Aleitamento Materno. Lisboa: Comité Português para a UNICEF.

Instituto Português do Mar e da Atmosfera: Acedido em 29/08/2022 e disponível em: https://www.ipma.pt/pt/enciclopedia/clima/index.html?page=onda.calor.xml.

Centro hospital Tâmega e Sousa. Acedido em 29/08/2022 e disponível em: https://www.chts.min-saude.pt/barrigas-e-rebentos/chegou-o-verao-e-agora-cuidados-a-ter-nesta-epoca-do-ano-com-o-seu-bebe/ .

Ana Paula Carvalho

Enfermeira Especialista de Saúde Materna e Obstetrícia e conselheira em aleitamento materno

Patrícia Ferreira

Enfermeira Especialista em Enfermagem de Saúde Infantil e Pediátrica e conselheira em aleitamento materno

ACES Cávado II – Gerês/Cabreira – UCC Amares